Cumaru

Dipteryx odorata

PROVENIENTES DE UMA ÁRVORE amazônica, essas sementes têm um sabor adocicado que lembra a baunilha e, da mesma forma que a especiaria, aparecem em receitas salgadas e doces, como biscoitos e pudins. Na região Norte, a medicina popular recomenda que espasmos e problemas cardíacos ou menstruais sejam tratados com o cumaru macerado em água e acredita-se que o cheiro das sementes conservadas em álcool ajude a aliviar a dor de cabeça.