Gastromotiva participa do Global Gastroeconomy Summit, na Turquia

Durante a viagem, David Hertz apresentou o projeto brasileiro fundado por ele, conheceu outros trabalhos sociais na gastronomia e cozinhou com refugiadas sírias

Rafaela Polo

No início do mês, David Hertz, fundador da ONG Gastromotiva, nomeado em 2012 Young Global Leader pelo Fórum Econômico Mundial, desembarcou na Turquia para representar o Brasil no importante Global Gastroeconomy Summit. O fórum trata de criatividade e inovação em gastronomia. .

David Hertz Na Turquia

“Vim em busca de vivências. Conhecer o país com anfitriões que têm um olhar especial e experiência no campo de quem já faz dezenas de projetos de gastronomia social. Chef Ebru Barak [que está entre os 10 melhores do mundo] nos recebeu em Sanliurfa (a 1,2 mil km de Istambul) e ao longo da semana nos mostrou seus projetos de resgate da agricultura tradicional e sustentável, capacitação de refugiadas sírias, educação de crianças refugiadas em língua turca, produção de sabonete de azeite e louro, e tantos outros”, disse David, via assessoria de imprensa.

David Hertz Turquia

Além de participar do Global Gastroeconomy Summit, o chef e fundador da Gastromotiva visitou também um campo de refugiados e preparou com mulheres locais de Harran o que é considerado o primeiro pão da história, produzido com o mais antigo trigo da Mesopotâmia.”O World Food Program, parceiro institucional da Gastromotiva, tem um programa de transferência de renda para mais de 1,5 milhão de refugiados e nos levou para conhecer de perto a realidade dessas famílias. Há muito o que fazer. O que era para ser um acolhimento temporário de países vizinhos em 2011, virou uma situação permanente e mais um dos enormes desafios de um país com extrema desigualdade social. Vim com meu amigo, chef e co-fundador do Movimento da Gastronomia Social, Patrick Honauer, entender a situação atual e explorar oportunidades de colaboração”, completou David.