Gila

Cucurbita ficifolia Bouché

PARENTE DA ABÓBORA E DA MELANCIA, com a qual guarda certa semelhança na aparência, tem a polpa branca com sementes pretas. Antes do consumo, deve ser descascada, cozida e, então, desfiada. Trazida ao Brasil por imigrantes portugueses, adaptou-se bem ao clima frio e montanhoso da região Sul, onde é usada para fazer doces e salgados, como saladas e recheio para peixes, empadas e pastéis. No município de Bom Jesus, Rio Grande do Sul, uma festa anual celebra a colheita com uma feira de produtos caseiros e artesanais – geralmente em julho –, incluindo bombons, rocamboles, rapaduras, bolos e docinhos cristalizados. Curiosidade: a gila não precisa de muito esforço para ser cultivada. Em Bom Jesus, basta jogar as sementes na terra e esperar os frutos surgirem.

Tags :