Bettina Orrico compartilha valiosos truques de cozinha

Julho chegou e com ele as aguardadas férias escolares. Antes que a sua casa fique uma loucura, programe-se! Abasteça a geladeira (e o congelador) com preparos básicos e que são um coringa, caso do arroz e do feijão já prontos; e algumas carnes (que tal uma assada e outra cozida com legumes?). Escolha aquelas que podem render uma refeição principal e, depois, serem desdobradas em outras variações, de recheio para torta, sanduíche e molho para o macarrão.  

 

A carne moída é a rainha da versatilidade e estrela vários preparos tradicionais da nossa cozinha: de aperitivos, como bolovo, buraco quente, croquete; a pratos principais, como rocambole, almôndega, arroz de forno. Ela também vai bem em panqueca, polenta e pastel. Veja 15 receitas com o ingrediente em brasilagosto.org/receitas. A mesma premissa serve para as carnes curadas, como charque, carne de sol e a seca. Entenda a diferença entre as três aqui.

 

Aos mais ‘amigos’ da cozinha, minha sugestão é preparar um tortéi, massa fresca brasileira que se assemelha a um ravióli. A receita clássica usa abóbora, mas dá para usar recheios diversos e inclusive, brincar com aqueles casamentos mais ousados (e deliciosos), como banana com queijo, e linguiça na cachaça. Quando a massa estiver pronta e recheada, leve ao freezer ainda crua. Minutos antes de servir, basta colocar na água fervente abundante para cozinhar. Não deu tempo de fazer um molho? Não tem problema, basta passá-los na manteiga e jogar ervas frescas! 

 

Um clássico das minhas férias, no interior da Bahia, eram as chamadas “frigideiras”. Apesar do nome, esses preparos são ensopados preparados em um refratário que vai para o forno. levam sempre uma proteína – bacalhau, maturi, siri e aratu – e mais claras em neve, para gratinar. 

 

Vai viajar? Fique de olho nas barracas de beira de estrada com produtos locais frescos. Em geral são econômicos, além de saudáveis. Frutas como manga, abacaxi e morango, batidas com um tiquinho de água e açúcar a gosto, se tornam picolés e cremosos sorvetes. Em ambos os casos, a primeira etapa de preparo é semelhante: faça um suco com pouca água e açúcar a gosto. Para os picolés, basta colocar o suco em forminhas. Para o sorvete, coloque tudo em uma vasilha e leve ao freezer. Quando endurecer, bata com 1 clara em neve, misture bem e volte ao congelador até ficar firme. Meia hora antes de servir, leve para a batedeira.

 

Outra dica gostosa: aproveite para desfrutar do café da manhã sem pressa,  com comidinhas apetitosas que quase não cabem na apertada rotina escolar. Minhas sugestões: mingau de tapioca ou de banana, broa de fubá, pão caseiro com geleia ou um bom omelete. E mais bolos, muitos bolos – veja 7 receitas deles em brasilagosto.org/receitas.