Bettina Orrico compartilha valiosos truques de cozinha

Nossa colunista ensina como evitar que o peixe frito fique encharcado de óleo e até como fazer a comida render pra mais gente que apareceu de surpresa pro almoço

 

  • Tem pouca ‘mistura’ e precisa fazer uma refeição para mais gente? Pique a carne que tiver, faço um bom refogado com alho, cebola e tomate e coloque em um refratário. Faça um purê de batatas e vá intercalando camadas do refogadinho com o purê. Se quiser, cubra com queijo, requeijão ou com frios que tiver à disposição.   

 

  • Não tem farinha de mandioca para fazer farofa? Use a de rosca!

 

  • Experimente incrementar a salada do dia a dia com legumes de uma maneira diferente da convencional. Por exemplo: fatie o maxixe em lâminas bem finas; rale chuchu cru, sem casca (refogado, ele pode ser transformado em uma espécie de espaguete que vai bem como acompanhamento de carnes e peixes).

 

 

  • Para que o peixe frito não fique encharcado no óleo, o segredo é empanar os filés, previamente, com ao menos um pouco de farinha de trigo ou de rosca. Dessa forma, o pescado não absorve a gordura do fundo da frigideira. Tenha cuidado também ao fritar, deixando dourar muito bem de um lado para só depois, virar delicadamente. Funciona com peixes brancos. Já com salmão, a dica é fritar primeiramente o lado da pele.

 

 

 

  • Não corra o risco de deixar a carne seca muito salgada. Baseie-se no processo de dessalga do bacalhau e coloque-a de molho, em água fria, de um dia para o outro, fazendo trocas desse líquido algumas vezes ao dia. Se mesmo assim ficar com muito sal, leve para ferver por alguns minutos antes de começar o preparo.

 

 

  • Dá para preparar rabanada sem leite, sim! Para usar só ovo batido açúcar e canela, o truque é trocar o brioche, um pão fofo e alto, por uma fatia bem fina de pão francês ou de forma.

 

  • Quer saber o segredo da batata frita perfeita e sequinha? Descasque-a e não lave. Se mesmo assim, na hora de fritar, juntar a clássica ‘espuminha’, seque em um guardanapo de pano limpo antes de fritar.

 

  • Quando for repetir em casa a receita que pegou com um amigo (vizinho ou parente), atente não só para o modo de preparo, como também para as medidas. Lembre-se de que cada um tem a sua xícara, copo e demais utensílios, que usa como parâmetro e podem ser diferentes dos que você tem em casa – no Brasil não há normas para esses padrões.