Urucum

Bixa orellana 

BEM SUAVE, É MAIS UTILIZADO para dar cor aos alimentos do que para acrescentar sabor – o colorau, ou colorífico, base de temperos no Nordeste, não passa de um pó obtido a partir do urucum. Mesmo assim, mostra grande valor culinário. Não existe moqueca capixaba, por exemplo, sem tintura de urucum, feita com as sementes aquecidas em óleo. Ainda no Espírito Santo, esse óleo tingido aparece também no pirão. Curiosidade: uma pasta feita com as sementes do urucum, ou urucu, sempre foi utilizada por indígenas da Amazônia para enfeitar o corpo em rituais de agradecimento.

Tags :