Sardinha

Sardinella brasiliensis

ALGUMAS PESSOAS torcem o nariz, por se tratar de um peixe muito barato – e cheio de espinhas. Mas é saboroso, excelente fonte de ácido graxo ômega-3 e versátil demais. No cardápios de diversos bares e restaurantes do Sudeste e do Nordeste, a sardinha fresca aparece empanada e frita, para comer com as mãos, ou em escabeche, que vai bem acompanhado apenas por um pãozinho. Também pode ser grelhada, assada na brasa ou levada ao forno.