Vamos cozinhar juntos?

Chefs publicam receitas caseiras em suas redes sociais diariamente durante a quarentena

Max Jaques

Com a pandemia de coronavírus, fomos todos obrigados a muitas mudanças em nossas rotinas. Mas uma pode ter sido positiva. Sem poder sair de casa, muita gente está se vendo com uma nova missão: preparar a comida da família – ou em família. Mas como fazer isso, às vezes sem muito conhecimento e com o desafio extra de restringir ao máximo a ida aos mercados?

As redes sociais podem ser a resposta. Com a grande maioria dos restaurantes e bares fechados, chefs de cozinha do país todo têm se transformado em apresentadores para pequenas (ou grandes) plateias, a quem ajudam a cozinhar pratos simples (ou às vezes complicados também) e até bons drinques. Reunimos uma lista de boas iniciativas para quem está disposto a variar os sabores na própria mesa e aprender novas receitas.

Claro, a primeira indicação não poderia deixar de ser outra que não a série Cesta Básica, do Instituto Brasil a Gosto. Criada e apresentada por nossa presidente e fundadora, Ana Luiza Trajano, ela ainda estava em pós-produção quando fomos todos confinados a nossos ambientes domésticos. Atenta a nova urgência que se apresentava, Ana resolveu publicar o conteúdo como ele estava: ainda não totalmente finalizado, mas repleto de boas receitas e grandes dicas para quem quer preparar uma comida caseira gostosa, simples e com poucos ingredientes. Se você não está acompanhando ainda, saiba mais sobre ela aqui. E assista aos vídeos no nosso IGTV ou no canal do Instituto no Youtube. Aproveite e já se inscreva no canal para ser avisado sempre que entrar conteúdo novo.

Mas essa matéria não é para falar da gente. Veja quem mais está com conteúdo gostoso para você cozinhar mais e melhor durante esse período de quarentena. E lembre-se: #fiqueemcasa #distânciasalva

Néli Pereira e seus drinks apotecários: @neli_pereira

Se você, como nós, é apaixonado por ingredientes brasileiros e pela sabedoria ancestral representada pelas garrafadas, vai adorar as vídeo-aulas diárias apresentadas pela Néli, professora parceira do Instituto. De segunda a sexta, às 19:30h, em seu perfil no instagram, ela apresenta o conteúdo de sua extensa pesquisa sobre a coquetelaria brasileira. Com uma programação previamente anunciada, as lives tratam temas como drinques sem álcool, coquetéis clássicos, ingredientes brasileiros e, nosso favorito, a sexta-feira da multiplicação, quando com os mesmos ingredientes, alterando a forma de preparo, ela te ensina a fazer drinks variados. O ponto negativo? Lidar com a saudade de ouvir tudo isso sentado no balcão do @espacozebra, casa onde Néli serve suas criações. 

Luiz Américo Camargo  e o podcast Pão Nosso @luizamericofcamargo

Fazer pão é uma das atividades mais prazerosas na cozinha! Aquela mágica que começa com a farinha e termina com uma massa dourada e cheirosa saindo do forno é explicada tim-tim-por-tim no recém lançado podcast Pão Nosso do jornalista e pesquisador Luiz Américo Camargo. Com publicações diárias, o podcast já está no décimo episódio e apresenta não somente receitas – maravilhosas – como também um manual para você organizar a sua agenda para fazer pão. Trabalho primoroso, como tudo que Luiz Américo faz.

Karina Gentile e a cozinha real do dia a dia no @depoisdeparis

A chef de cozinha e consultora Karina Gentile tem usado seu perfil no instagram para mostrar, de forma bastante simples e prática, como organiza e prepara os almoços na sua casa durante a quarentena. Com muita tranquilidade e praticidade, Karina traz receitas que nos enchem de saudade:  o mexidinho de arroz com linguiça, o estrogonofe na versão brasileira acompanhado de arroz branco, rabanadas, pudim de pão, dentre outras delícias que nós, do Instituto Brasil a Gosto, como se diz popularmente, amamos de paixão.

Larissa Januário e as dicas para comprar bem e evitar desperdício @semmedida

Cumprindo um papel fundamental no momento em que vivemos, Larissa Januário, chef de cozinha responsável pela Casa Azul e Jantar Secreto, e também colunista da Marie Claire, trouxe uma contribuição superimportante: um manual de como fazer compras com sabedoria, armazenar e conservar alimentos em tempos de quarentena. Temperado com doses iguais de bom humor e responsabilidade, a série “quarentena sem desperdício”  traz dicas que viralizaram e que sugerem que você “Pare, respire, se informe e não surte”. Recomendamos também acompanhar as demais receitas, como o preparo do “Ultimate mistinho”: um passo a passo para fazer um misto quente crocante e delicioso, com cara de pão na chapa de padaria boa, mas feito na sua casa.

Guga Rocha, inteligência prática e diversão @chefgugarocha

Embaixador do Instituto Brasil a Gosto, o chef de cozinha, autor e apresentador Guga Rocha é conhecido pela sua competência e carisma. Com muito bom humor e a inteligência técnica de quem já montou muitos cardápios mundo afora, o chef tem usado seu instagram para ensinar receitas simples, deliciosas e ultra versáteis. São exemplos a marmelada de casca de laranja, a massa de panqueca feita com o arroz que sobrou e a quiche do que tiver. Os vídeos são divulgados no seu IGTV, mas conteúdos extras também podem ser acessados nos seus stories e destaques do perfil.

Raphael Despirite, toque cosmopolita e muito bom humor @rdespirite

De pão de queijo a ossobuco, de ceviche a arroz doce, Despirite, chef do Marcel e do Fechado para Jantar, faz um pouco de tudo, enquanto levanta a moral da audiência com tiradas como “A verdade é que eu arrumo a cozinha direitinho… aí vem um duende louco, tira tudo do lugar e foge pela varanda… juro” e “Já que nada mais faz sentido (…), vou comemorar o natal essa semana… já to botando uva passa em tudo”.

Raquel Vidal e as quitandas mineiras – @chefraquelvidal
Enquanto muitos chefs têm se dedicado a ensinar ótimas opções para o almoço e jantar, a chef Raquel Vidal traz uma contribuição suculenta típica da boa cozinha mineira: um e-book gratuito (clique aqui para baixar) com receitas de quintandas! Na introdução do material ela define: “para os mineiros, a quitanda é tudo aquilo que é feito em casa, servido com o cafezinho (…)”. O e-book traz preparos como a trouxinha de goiabada e as bolinhas de cará que, suspeitamos, deve ser possível fazer também com inhame. Ótimas opções para o lanche de quem está em home-office.

E o cardápio de opções de vídeo-aulas não para por aqui! Se sua saudade é de preparos franceses com ingredientes brasileiros, sugerimos acompanhar Alain Polleto (@alainpoletto) do Bistrot de Paris, que ensina, por exemplo o filé de tilápia en papillote. Para os amantes de carne, recomendamos os ensinamentos de Mário Portella – @marioportellamg. Se sua pegada está mais para a alimentação funcional, Bela Gil (@belagil) intensificou a produção de conteúdo nas suas redes sociais. Paola Carosella lançou também o primeiro vídeo da série #nossacozinha, na qual ensina a fazer o omelete de ervas, na clássica versão francesa. Já Iara, da Quitandarte (@quitandarte) tem se dedicado a ensinar o que chama de “caseirices”, entre elas o biscoito frito. E, para quem quer colocar em teste as habilidades de confeitaria, o multi premiado Diego Lozano (@chefdiegolozano)  tem feito aulas ao vivo, além de disponibilizar um destaque no seu perfil com receitas mais simples, como brownie, cookie e caramelos.

E aí? Já abriu um caderno de receitas novinho pra preencher só com sugestões da quarentena? Recomendamos, muito!