Anacardium occidentale L.

COMO O NOME INDICA, ESSE TIPO de cará tem o formato de uma moela de frango. Cresce pendurado em planta trepadeira, mas é raridade nas feiras e mercados do país, já que a produção no Brasil – concentrada nas regiões Sul, Sudeste e Norte – não alcança níveis comerciais. Quem o cultiva para consumo próprio, porém, consegue aproveitar a textura macia do legume quando é cozido e amassado, na forma de um purê. Pode substituir o pão no café da manhã e combina em pratos de galinha ensopada, carne de porco, sopas, assados e pães. Por conter princípios tóxicos, responsável pelo sabor amargo, não é indicado comer cará-moela cru.