Cupim

Cupim

ORIGINÁRIO DA ÍNDIA, O GADO ZEBUÍNO começou a ser trazido para o Brasil e desenvolvido com fins comerciais na segunda metade do século XIX. Dele é retirado o cupim, uma protuberância existente atrás da cabeça do animal e composta por fibras musculares e gordura – trata-se de um corte desconhecido na Europa, nos Estados Unidos e mesmo na Argentina e no Uruguai, que costumam criar outro tipo de gado, mas um clássico nas churrascarias brasileiras. Nos preparos mais usuais, o cupim é assado, cozido na panela de pressão ou levado à churrasqueira; nos dois primeiros casos, o ideal é que seja um corte mais magro.