O PEQUENO tamanho desse peixe de água salgada, que não passa de 12 centímetros, é compensado pelo grande aproveitamento na cozinha. Em sua forma mais difundida, é empanado inteiro, com cabeça e rabo preservados, e frito em óleo fervente, servido com molho tártaro – um copo de chope bem gelado é par perfeito para as mordidas crocantes. As ovas, que podem surgir na limpeza do peixe, combinam com manteiga e pão, no forno, ou viram ótimo tempero numa moqueca de manjuba. Presente no litoral do Nordeste ao Sul, em fevereiro e de outubro a dezembro.