Comida de boteco, acompanhamento de assados e companhia perfeita para reconfortantes guisados  

 

Polenta, clássico da região do Vêneto, no norte italiano, se deu tão bem por aqui que ganhou receitas que viraram clássicos da cozinha brasileira. Bons exemplos não faltam. Quando frita, é um ícone da comida de boteco e também tradicional acompanhamento do galeto assado. Também costuma ser servida com rabada e a com língua. Molinha, fica ótima acompanhada de molho a bolonhesa, aqui feito quase sempre só com carne moída. A seguir, confira esses quatro deliciosos preparos: 

Rabada com polenta
Um dos preparos mais emblemáticos e que evidencia uma carne nem sempre vista como nobre: o rabo de boi. É comumente servido com agrião e se faz presente em grande parte do país. 

Galeto com polenta frita
Galeto, em italiano, é o frango jovem. Foi introduzido por aqui, justamente pelos imigrantes italianos, na região Sul do Brasil. As aves são abatidas com menos de meio quilo, no primeiro mês de vida. A guarnição de polenta frita caracteriza o prato, tradicional em restaurantes de Porto Alegre e da Serra Gaúcha.

Língua com polenta de leite
Aqui, um prato comum de Minas Gerais, em que a língua ganha um bom refogado de alho e cebola e cerveja preta. E a polenta, ao invés de água, é cozida no leite.  

Polenta mole com molho à bolonhesa
Um grande representante da comida dos imigrantes que aportaram por aqui, é feita mais mole, coberta por molho à bolonhesa feito nos moldes brasileiros com carne moída – o italiano clássico é chamado de ragù e leva cortes bovinos, suínos e pancetta. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *