Rendimento: 20 unidades

Tempo de Preparo: 40 minutos

Nível: Fácil

INGREDIENTES

  • 4 xícaras (chá) de farinha de piracuí
  • 1 batata grande cozida
  • 2 ovos
  • ½ cebola grande em cubinhos
  • Pimenta-de-cheiro picada a gosto
  • ½ xícara (chá) de salsinha e cebolinha bem picadas
  • Sal a gosto
  • Óleo de milho, para fritar

PREPARO

Limpe bem a farinha de piracuí, para tirar possíveis espinhas de peixe que tenham restado no produto. Amasse a batata, formando um purê, junte metade da farinha de piracuí, um ovo e os demais ingredientes, misturando para obter uma massa homogênea. Forme bolinhas pequenas, empane-as passando no ovo batido com água e no restante da farinha de piracuí. Frite as bolinhas em óleo quente, tirando quando estiverem douradas e colocando para secar em papel-toalha. Sirva imediatamente.

ESMIUÇANDO

O que caracteriza esse bolinho é o tipo de farinha, feita de maneira artesanal a partir de peixes secos dos rios da Bacia Amazônica. O peixe pode ser cozido e seco ao sol (ou assado), tem as espinhas retiradas e, depois, é torrado e peneirado. A primeira vez que vi essa farinha foi no Mercado de Santarém (PA). O interessante é que todo o sabor do peixe fica potencializado. E isso também faz com que o alimento possa estar sempre
presente nas casas, sem a preocupação do armazenamento.